Loading...

quarta-feira, 15 de abril de 2009

Tambaqui 38Kg Rio Guaporé Barcos Maanaim-Francisco Ferreira da Costa Neto



Tambaqui Colossoma macropomum Família Characidae Natural da Bacia amazônica.

Peixe de escamas; corpo romboidal; nadadeira adiposa curta com raios na extremidade; dentes molariformes e rastros branquiais longos e numerosos. A coloração geralmente é parda na metade superior e preta na metade inferior do corpo, mas pode variar para mais clara ou mais escura dependendo da cor da água. Os alevinos são cinza claro com manchas escuras espalhadas na metade superior do corpo. O tambaqui alcança cerca de 90cm a 1.10 mts. de comprimento total. Antigamente eram capturados exemplares com até 55kg. Hoje, por causa da sobrepesca, praticamente não existem indivíduos desse porte mas os maiores ainda encontrados no Rio Guaporé RO .
Espécie migradora, realiza migrações reprodutivas, tróficas e de dispersão. Durante a época de cheia entra na mata inundada, onde se alimenta de frutos/sementes. Durante a seca, os indivíduos jovens ficam nos lagos de várzea onde se alimentam de zooplâncton e os adultos migram para os rios para desovar. Nessa época, se alimentam muito pouco, vivendo da gordura que acumularam durante a época cheia moram sempre nos mesmos poços, sua captura requer muita técnica, encontrado em vários pesqueiros no Rio Guaporé . É uma das espécies esportiva mais importantes da Amazônia.
Os equipamentos mais recomendados para pescalo são do tipo médio/pesado, e pesado para os grandes exemplares. As linhas devem ser de 17, 20, 25 , 30 e até 80 lb. Deve-se usar empates curtos, por causa dos dentes e da boca pequena do tambaqui. Os anzóis devem variar do n° 2/0 a 8/0 .
As iscas devem ser frutos da região, as preferidas pela espécie, e minhocuçu.
A pesca com anzol é mais fácil quando o peixe está batendo. A isca de minhocuçu, por exemplo, deve ser arremessada na batida do peixe.
Recorde IGFA
28,5kg/62lb 13 oz o exemplar acima pesou 38 Kg.
barcomaanaim@uol.com.br     barco_maanaim@hotmail.com

4 comentários:

  1. Caramba heim, um tambaqui desse porte deve dar uma bela de uma briga, peguei uma Pirapitinga(Piaractus brachypomus)de 8 kg que é da mesma família, e já deu uma briga mto boa, imagina esse exemplar aí heim! Já vi que vou ter q visitar o Barco Maanain para fazer uma bela pescaria!

    ResponderExcluir
  2. Belo Tambaqui,isso confirma o que tenho sempre comentado com outros pescadores o Rio Guaporé já detem o recorde mundial de tambaqui na IGFA e agora mais esse extra oficial , parabéns pelo peixe estsrei ai na proxima temporada.

    THIAGO.

    ResponderExcluir
  3. Que peixe hem,para quem pensa que tambaqui grande é coisa de pesque e pague tem que conhecer o Rio Guaporé parabéns pelo peixão.

    ResponderExcluir
  4. Muito bonito o peixe o rio Guaporé ainda guarda grandes Tambaquis que hoje em dia e cada dia mais raro .
    Mas o rio Teles Pires também tem grandes exemplares peguei um de 26 kg muito bom de briga
    pra mim briga mais que Piraíba.
    Mas no Guaporé nunca peguei um com mais de
    18 kg mas é um rio muito bom de peixe alem disso é um dos poucos rio brasileiros que se pode pescar um Caparari .
    Mas meu rio preferido é o Teles Pires nele se pesca desde um simples piau até uma gigante Piraíba !!!

    ResponderExcluir